terça-feira, agosto 22, 2006

Bons de bico, apenas...

Eu estava bastante inclinado a votar em Geraldo Alckmin para Presidente da República.
Estava.
Pois após ver esse festival de incompetência na seara tucana começo a me perguntar se vale a pena mesmo dar meu voto a um partido que não consegue nem ao menos se entender se quer ou não ganhar a eleição.
Notícias de hoje dão conta de que Lúcio Alcântara, candidato tucano ao governo do Ceará, veiculou em seu programa eleitoral de ontem gravações de Lula de apoio a ele e fez entender que ele mesmo, Alacântara, apóia o próprio Lula para a reeleição. Isso segue-se ao apoio dado por Tasso Jereissati, presidente do PSDB e maior nome da política cearense ao candidato do PSB Cid Gomes, irmão de seu amigo do peito e crítico contumaz e virulento do PSDB, Ciro Gomes.
Pelo que dizem os jornais coisas similares acontecem no Amazonas, onde Arthur Virgílo também não cita o nome de Alckmin em sua campanha pelo governo daquele estado. E assim como Eduardo Paes, Yeda Crusius e até mesmo Aécio Neves, que está mais preocupado em fazer média com Lula, visando às eleições de 2010, ninguém no partido ( José Serra e FHC inclusos ) parece estar com vontade de ver seu partido vencedor este ano.
O que sempre me atraiu mais no PSDB foi seu discurso de responsabilidade com o País, um discurso que sempre pregou os interesses nacionais acima de ambições pessoais imediatas. Mas parece bem claro, a esta altura, que eles também são partidários de um certo pseudo-maquiavelismo tosco e contraproducente que faz escola em seus principais adversários políticos, os petistas.
Não consigo enxergar prova maior de irresponsabilidade com o País do que essa postura do PSDB em negar apoio ao seu próprio candidato para derrotar Lula e seu governo inepto e corrupto, como se a política fosse um jogo de soma zero. Eu sei e certamente os tucanos sabem que não é. Se obstruem a principal candidatura da oposição não fazem mais do que beneficiar quem está no poder tramando e executando as piores maracutaias a fim de solapar o Estado para seus próprios interesses, uma denúncia, aliás, que os tucanos são os primeiros a fazer.
Menos na época da eleição, claro.
Se atrapalham a candidatura de Alckmin, automaticamente ajudam a de seu principal adversário. Tudo por cálculo político egoísta e rasteiro.
Já perderam a oportunidade de derrubar Lula com um impeachment quando existiam todas as condições para tanto. Agora estão dando mais um mandato para ele fazer sabe-se o que com o País.
Não merecem o voto de quem se preocupa com a situação em que vivemos.
E não vejo outras opções no horizonte político. O que é pior.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home