segunda-feira, agosto 21, 2006

Relações Perigosas


Em editorial publicado hoje, o Estadão chama atenção para a discrepância entre as ações e as palavras de Hugo Chávez, presidente da Venezuela, e o chama de ilusionista.
De fato, Chávez ataca veementemente todas as instituições do capitalismo e da democracia ocidental, mas faz uso abundante e bastante inteligente desses instrumentos para aumentar seu poder até o ditatorial e fazer valer seu poderio econômico e aumentar seu poder militar mundo afora. O editorial chama atenção para o fato de Chávez querer ser visto como o sucessor de Fidel Castro e se apresentar como um revolucionário radical, o que o jornal enxerga como mentira.
Aí eu discordo.
Hugo Chávez está conseguindo se tornar uma versão quente de Fidel Castro. Com o poder do petromoney, consegue influenciar as políticas de seus vizinhos e incomodar os EUA, ser ouvido e impor seus pontos de vista como nunca conseguiu Fidel Castro. Os armamentos, incluindo aviões, que tem adquirido revelam um poderio econômico e uma ambição também dificilmente encontrável em Cuba.
Uma reportagem publicada no New York Times de hoje revela que Chávez vem estreitando seus laços com o regime ditatorial, anacrônico e retrógrado de Teerã, cultivando uma atemorizante amizade com o maluco presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad. Segundo a reportagem, já existem alguns convênios entre as estatais petroleiras de ambos os países para transferência de tecnologias e recursos. Existem denúncias não comprovadas de que a cooperação entre os dois países vai até a área nuclear.
Tudo isso é apenas o pano de fundo, obviamente, para uma cooperação mais profunda entre esses países com o intuito de concorrer com o que eles consideram a influência nefasta e imperialista dos EUA sobre países em desenvolvimento e por esse motivo, é claro que Chávez também é francamente oposto a Israel e suas políticas. Ele já mantém algum grau de cooperação e entendimento com a Síria, também.
Parece que a única ilusão, aqui, é a de que poderemos continuar a viver em uma região isolada dos graves problemas acarretados pelo fundamentalismo terrorista anti-ocidental. Chávez está se armando e fazendo algumas amizades bem suspeitas.
E ele está logo ali, depois da fronteira.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home