segunda-feira, agosto 14, 2006

Nas ruas, nas galerias


Neste último sábado fui ver a exposição da dupla de grafiteiros/artistas Osgemeos na galeria Fortes Vilaça, na Fradique Coutinho. Já conhecia alguns de seus trabalhos nos muros do Cambuci e do Centro, e já gostava, mas o que eu vi superou todas as minhas expectativas. É um trabalho bem legal, o desses irmãos!
Com um talento genuíno para o desenho e para criar texturas com um jogo bonito de detalhes, eles vão bem além do que comumente se pensa ao ouvir a palavra grafite. Com seus personagens, nordestinos estilizados, pescadores e figuras populares, sempre amarelos, eles desenvolvem um universo onírico a partir da miséria e da temática popular.
Mas isso não quer dizer que eles vão na corrente fácil e falsa do elogio e da glamourização da pobreza, da cosmetização da miséria, como sói acontecer com tantos artistas que à guisa de denúncia promovem um autêntico desfiguramento daquilo a que se propõem retratar.
Pelo contrário: eles emprestam um tom lúdico ao tema, à margem de qualquer dramatização gratuita.
Vale muito a pena visitar.
Na verdade, olhando suas obras fica mais evidente o emporcalhamento da cidade por vândalos que se julgam artistas. Se um décimo das “obras” expostas nos muros da cidade tivesse a mesma qualidade...

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home