sexta-feira, julho 14, 2006

Zidane!

O que o cracaço Zinedine Zidane fez na final da Copa do Mundo foi espantoso. Foi o melhor em campo, fez um golaço de pênalty (!!!) e, claro, deu uma puta cabeçada no peito do medíocre Materazzi. Mas o que ele fez em entrevista a duas emissoras de televisão francesas foi melhor ainda: Eu errei. Queria atingi-lo na garganta, ele disse.
Perfeito!
- Ele insultou minha família, e isso pra mim é pior do que um soco na cara... não estou arrependido, faria de novo.
É isso aí! Pra todos que acharam que ele iria demonstrar um arrependimento infinito e se imolar em praça pública ( eu, inclusive... ), ele prova que é gênio. Não se arrepende e diz que antes de jogador, é homem.
Esse tipo de atitude, de confrontar o politicamente correto, de não se deixar envolver pela cultura do sangue de barata está em falta hoje em dia. Ter coragem, ou mais francamente falando, sangue quente e peito aberto pra meter o pé na jaca na despedida de uma carreira espetacular, em uma final de Copa do Mundo, não é pra Ronaldo, é preciso ser Zidane...
Já disse em outro lugar: Zidane se despede do Olimpo para entrar na humanidade.
Maior ainda.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home