sexta-feira, julho 14, 2006

Procedimentos Invasivos

Na semana passada, se não me engano, foi invadida a casa da mãe do Reinaldo Azevedo, ex-diretor de Redação da, infelizmente, finada revista Primeira Leitura, que era, sem qualquer sombra de dúvida, a melhor publicação sobre política do Brasil. Ficamos sabendo, agora, que há coisa de um ano, o jornalista Augusto de Franco sofreu um ataque mais ou menos parecido, se bem que mais grave, pois sua residência foi invadida diversas vezes e chegou a ser alvo de tiros que, por sorte não o atingiram. O que os dois têm em comum? Ambos fazem oposição ao governo federal ( com minúsculas, mesmo ). São competentes e influentes nisso. São corajosos em suas opiniões e sabem, entre várias outras coisas, quem são os responsáveis por isso, embora ainda não possam provar.
Tenho uma opinião sobre o caso:
Isso é só o começo. Se esses caras ganharem a eleição de novo isso aqui vai virar um inferno. Mas é o ovo de serpente, só não vê quem não quer. Acredito que todos os que se interessam por política já tiveram o desprazer de experimentar a truculência, ignorância e violência dos petistas e das 'esquerdas' ( na verdade, para se fazer justiça, o que se passa por esquerda no Brasil ) em geral. Bastava discordar para ouvir uma avalanche de ofensas ( direita!, malufista! tucano! reaça! inocente! careta! feio! etc ), nunca admitiram o contraditório. Mas isso foi quando eles não tinham poder de polícia, não estavam totalmente infiltrados em todas as camadas do Estado. Hoje, com o poder, com a grana, com a influência e com as armas nas mãos, podem demonstrar seu verdadeiro intento. Não discutem mais; mandam matar, sequestrar, invadir e aterrorizar. Ninguém pendura um pôster ou usa uma camiseta de uma assassino proto-fascista como Che Guevara em vão, impunemente. Ninguém abraça um genocida como Fidel Castro por brincadeira. Ninguém manda matar um amigo ( como fizeram com o Celso Daniel ) por descuido, eles sabem muito bem o que pretendem. Eles querem sangue. Eles querem poder. Eles querem nossa liberdade. E nós, docemente, a entregamos nas urnas.
Esse País é uma merda. O que está pra acontecer não é tragédia, é destino.
Quem quiser conferir os relatos pelas próprias vítimas pode acessar:
www.blogdoreinaldoazevedo.bolgspot.com
www.e-agora.org.br

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home